Como uma boa gestão ajuda a reter talentos na empresa

Se é verdade que as empresas escolhem, através de seus RHs, os profissionais mais adequados às suas necessidades, o contrário também é uma evidência nos dias atuais: todo profissional escolhe a empresa na qual quer aplicar seus talentos e esforços. Assim, é importante que esta afinidade empresa-colaborador já exista no início do relacionamento para que se possa ter perspectivas de reter talentos na empresa.

Um dos fatores mais importantes manter talentos na empresa é uma boa Gestão de Recursos Humanos. O gestor de pessoas juntamente com os demais líderes são os responsáveis pelas ações que vão determinar a retenção de talentos. Confira algumas dicas interessantes:

Como reter talentos ligadas à uma boa gestão

1. A seleção dos talentos

Exatamente na ponta do processo já se identifica a importância de uma boa gestão. Isso porque a seleção é essencial para o sucesso da empresa e deve ser bem organizada, deve seguir métodos estudados e anteriormente definidos, critérios e padrões que levem a uma seleção profissional de talentos. Um novo método tem conquistado as empresas mais modernas: a seleção por competências, que traz a perspectiva de resultados na função ou cargo como foco. O gestor vai agrupar os talentos do candidato em conhecimento, habilidades e atitudes que geram resultados. Este método não se baseia na intuição, mas sim em fatos reais e mensuráveis, tais como conduta, visando assim garantir maior assertividade na contratação.

2. Ambiente positivo e oportunidades

Uma boa gestão de pessoas participa na promoção e manutenção de um  ambiente positivo, onde os colaboradores possam encontrar condições favoráveis para trabalhar mais eficazmente. Um ambiente positivo aliado à oportunidade de efetivos estímulos para o desenvolvimento pessoal são fatores importantes na retenção de talentos. Ambientes positivos e eficazes requerem uma boa gestão de pessoas, em que os processos de controle e organização de pessoal sejam práticos e eficazes e não comprometam o tempo dos profissionais gerando estresse.

3. Um bom plano de cargos e carreiras

Na elaboração e gerenciamento de um plano de cargos e carreiras é fundamental uma boa gestão. Todo profissional busca crescimento e desenvolvimento e um bom plano de cargos e carreiras é fator importante para manter talentos na empresa. Mas atenção: a possibilidade de crescimento deve ser clara e real e não uma mera perspectiva. As empresas que oferecem oportunidade de crescimento, treinamentos, valorização do profissional, incentivos salariais, qualidade de vida e benefícios são as que mais conseguem reter talentos.

A remuneração incentiva as pessoas a prestar um serviço mais qualificado, pois o profissional satisfeito certamente produz melhor. As empresas devem remunerar as pessoas não somente pelo seu tempo na organização, mas também pelo seu desempenho e dedicação. O incentivo deve ser contínuo para que o colaborador atue cada vez melhor. A adoção de incentivos financeiros devem ser utilizados sempre com o acompanhamento individual e obtendo-se o comprometimento das pessoas no aperfeiçoamento do trabalho.

4. Dinamismo e Estratégia

O Departamento Gestão de Pessoas precisa ser dinâmico e estratégico visando à atividade de captar e manter talentos na empresa,  conectado com os mais modernos conceitos da área de RH, que nos últimos anos vem passando por importante mudanças, na esteira das mudanças nas relações do trabalho e do mundo corporativo. Atualmente dois instrumentos fundamentais da Gestão de Pessoas são:  a tecnologia e o marketing.  Estudiosos da área de gestão concordam que a tecnologia da informação permite cada vez mais a criação de melhores e mais eficazes estratégias e o marketing tanto externo quanto o endomarketing são ferramentas indispensáveis na promoção de uma boa imagem da empresa junto aos seus atuais e futuros colaboradores.


Este post foi útil para você? Comente e compartilhe!

Deixe uma resposta