Quanto tempo você deveria investir em um calendário de tarefas

O controle do calendário de tarefas é uma rotina comum entre os gestores, pois ele contribui para a qualidade dos projetos. Mas, será que você está investindo o tempo certo no calendário de tarefas da sua empresa? Nesse caso, o mais é menos ou o menos é mais?

Hoje, você terá um espaço para discutir sobre o uso de tempo para controlar o calendário de tarefas, e encontrar a resposta que muitos gestores buscam para o equilíbrio do gerenciamento: o tempo certo de controle da agenda de tarefas.

O calendário de tarefas

Imagine um projeto que precisa de várias fases para a implantação, tais como delegação de tarefas, metas e prazos. Como controlar isso tudo sem ter um calendário que auxilia no acompanhamento de todos os processos do projeto?

O calendário é essencial e indispensável, porém, muitas vezes o erro dos gestores está em encontrar métodos antiquados para controlar esses calendários de tarefas, como agendas e planilhas que não facilitam em nada no gerenciamento do trabalho.

Afinal, quanto tempo é o ideal para investir em um calendário de tarefas?

Há muita discussão sobre o assunto, e o grande consenso mostra que é necessário dedicar um bom tempo para o controle, mas também facilitar esse processo e não permitir que ele se torne repetitivo e sem produtividade.

Com o sistema Kanbam do Sabesim, por exemplo, você tem uma ferramenta completa para coordenar os seus projetos e colaboradores, delegar e controlar tarefas e fazer o uso útil do calendário de tarefas. O sistema intuitivo é a nova tendência para gestão e reduz o tempo investido no calendário de tarefas, sem perder a qualidade do projeto.

Sem o apoio de sistemas auxiliares, alguns gestores gastam até 4 horas investindo em um calendário de tarefas, mas através do Kanbam, você encontra uma forma interessante de reduzir esse tempo pela metade, e ter mais tempo para atender às outras necessidades da sua gestão.

Dicas para investir o tempo certo do calendário de tarefas

  •  Não há um tempo predeterminado, a grande questão é realizar o controle de forma intuitiva, simplificada e unificada, sem a necessidade de analisar processos separadamente. O melhor tempo para investir no calendário de tarefas é o que não faz você perder tempo desnecessário.
  •  Evite se fixar a todos os passos continuamente de maneira repetitiva. Vá sempre aos pontos principais do calendário, foque neles, e esteja preparado para os próximos passos. O atraso no seu controle pode resultar no atraso da equipe e isso não seria nada interessante para o negócio.
  •  Especialistas em Gestão acreditam que o controle é eficiente quando ele não precisa ser realizado continuamente. Ou seja, nesse caso menos tempo significa mais qualidade, desde que esse tempo seja útil.

Para diminuir o tempo de controle do seu calendário de tarefas e otimizar os processos do seu projeto, conheça o sistema Kanbam e surpreenda-se com os resultados.

Este post foi útil para você? Comente e compartilhe!

Deixe uma resposta