Empreender é ter uma ideia de negócio e fazê-la prosperar. É inovar. Neste contexto, tudo ocorre informalmente, sem a necessidade de normas. Ou seja, no início, impera a criatividade em estado puro. “Maldição, aqui não há regras. Estamos tentando realizar alguma coisa!”, teria dito certa vez um dos maiores empreendedores em todos os tempos, Thomas Alva Edison, em seu laboratório em Menlo Park, nos Estados Unidos.Porém, conforme o tempo passa e a ideia de negócio evolui, surgem as necessidades de formalização como empresa e de contratação de colaboradores, o que exige que o empreendedor se transforme em gerente. Contudo, nem sempre é possível acumular as tarefas de empreendedor e gerente em uma única pessoa.

O gerente, por sua vez, precisa ter a habilidade de delegar tarefas aos colaboradores. E para fazer isso, ele deve conhecer um pouco de cada funcionário e das atividades a serem realizadas.

A partir disso, ao delegar tarefas aos funcionários, o gerente deve ficar atento à (ao):

  • Planejamento: criar as tarefas e estabelecer metas de curto, médio e longo prazos para a realização delas;
  • Responsabilização: dar a conhecer quem irá fazer o quê, isto é, confiar a cada colaborador (conforme sua competência) uma atividade específica;
  • Treinamento: aperfeiçoar as habilidades dos funcionários a fim de que cada um deles possa fazer mais, melhor e em menos tempo;
  • Priorização: dar preferência à realização das atividades mais importantes para o desenvolvimento da empresa;
  • Supervisão: inspecionar se cada tarefa está sendo realizada com qualidade e dentro dos prazos do planejamento;
  • Diálogo: obter o feedback dos colaboradores, demonstrar que se preocupa com eles, ouvir sugestões de melhorias, etc.;
  • Suporte: verificar se os colaboradores têm todos os recursos que precisam à mão e oferecer ajuda aos que tiverem dificuldades.

Comumente, o planejamento, a responsabilização, o treinamento, a priorização, a supervisão, o diálogo e o suporte são realizados de forma presencial. No entanto, há sistemas online como o Kanban que possibilitam que o gerente faça tudo isso de forma remota.

Isto é, com o sistema Kanban Online da plataforma Sabesim, por exemplo, um gerente localizado na cidade de São Paulo pode delegar tarefas a colaboradores localizados em Nova Iorque, em Genebra, em Manaus, no Rio de Janeiro ou em qualquer outro lugar do mundo, e monitorá-las à distância.

E o que é melhor: com o Kanban Online você empreendedor pode fazer as vezes do gerente ao administrar projetos, equipes, colaboradores e delegar tarefas com muito mais agilidade, praticidade, instantaneidade e onipresença.

Enfim, devido a versatilidade e praticidade da ferramenta Kanban Online, um empreendedor pode continuar inovando (criando novos produtos e serviços) e ao mesmo tempo agregar as atribuições de um gerente, o que seria impossível se todas estas atividades fossem realizadas presencialmente.