Como avaliar um software colaborativo de tarefas
É bem comum que o decisor da empresa se questione o que precisa avaliar na hora de escolher um bom software colaborativo de tarefas. As opções no mercado são muitas e, em meio à correria do dia a dia corporativo e às necessidades da equipe, é preciso fazer uma escolha rápida mas ao mesmo tempo assertiva.

Por isso, preparamos este post, para que ele sirva como um guia na hora em que você decidir adquirir uma solução de gerenciamento inteligente e colaborativo de tarefas.

Confira a seguir os aspectos a avaliar:

1 – A solução oferece boa usabilidade?

Se a solução se propõe a lhe oferecer uma gestão que fomente a colaboratividade da sua equipe, a usabilidade, ou seja, a facilidade de utilização por parte dos usuários deve ser um dos elementos a serem avaliados.

Por usabilidade entende-se a facilidade com que as pessoas operam o sistema, se ele é intuitivo e agradável; se sua aparência inspira as pessoas a utilizá-lo, se não tem complexidades ou surpresas durante a operação.

Além da aparência, que é mais fácil de visualizar, se a utilização não exigir grandes treinamentos, apelando para a navegação intuitiva, significa que a usabilidade da solução é boa.

2 – É um sistema full web?

Como as equipes podem ser formadas por pessoas que estão em escritórios diferentes e até trabalhando em casa, a acessibilidade via internet é um grande diferencial. Se o sistema pode ser operado a partir do navegador, as pessoas poderão trabalhar com ele nos mais variados dispositivos, como tablets e notebooks em qualquer lugar aonde tenham conexão.

A mobilidade torna as pessoas mais colaborativas, pois elas podem ter ideias a qualquer hora e em qualquer lugar e inserí-las na ferramenta imediatamente.

É importante que o software lhe ofereça acesso e funcionamento pleno além dos limites do escritório.

3 – O software te dará uma boa visão gerencial?

Como gestor, você precisará analisar tudo que está acontecendo com o time, para gerenciar em tempo real eventuais crises ou delegar tarefas e mudar rumos em tempo hábil. Portanto, é importante que o software colaborativo de tarefas te ofereça um panorama e permita emissão de relatórios rápidos e elucidativos.

4 – A ferramenta te ajudará a gerir melhor as pessoas?

Mais que controlar o que cada um está fazendo, é importante que o sistema te dê subsídios para fazer uma gestão estratégica dos membros da sua equipe. Você precisará analisar, por exemplo, o desempenho de cada um, conforme as entregas e os prazos estabelecidos.

Também deverá ter facilidade para registrar e consultar ocorrências em relação aos projetos, que sirvam como lições aprendidas ou então para que o colaborador justifique ou embase suas entregas.

5 – É uma aplicação segura?

Se você busca um software colaborativo, significa que muitas pessoas poderão acessá-lo. Logo, é preciso se certificar de que é um software que não traga ameaças no que tange à segurança da informação.

Solicite ajuda de um profissional de TI para verificar se não há vulnerabilidades. Também se certifique se o fornecedor lhe prestará suporte e atualizações regulares.

Você gostou destas dicas? Que tal conhecer o SabeSim agora mesmo e avaliar a aderência às suas necessidades?

Deixe uma resposta