Registro de ocorrência com funcionários: a importância de um sistema eficaz

Gestão de tarefasEsse artigo começa com algumas reflexões e busca incentivar uma autocrítica do processo de avaliação dos funcionários de sua empresa, por isso tente responder às seguintes perguntas:

  1. Existe algum processo formal de avaliação dos colaboradores que seja utilizado para promoções e possíveis aumentos?
  2. Você tem condição de fazer uma lista de bons funcionários e instituir o funcionário do mês?
  3. Em caso de empate para uma promoção, qual será o critério utilizado para realizar o desempate?
  4. E a pergunta final: em caso de demissão, você tem realmente os motivos necessários para fazê-lo ou foi uma decisão pessoal?

É cada vez mais importante nos dias atuais os gestores terem informações detalhadas dos funcionários e saberem exatamente como foi o comportamento profissional dos colaboradores da empresa durante seu tempo de atuação. Nesse sentido, um sistema de registro de ocorrência de funcionários torna-se uma ferramenta poderosa para as organizações.

Um sistema como este permite a formação de um histórico detalhado de cada colaborador, responde as perguntas como as que foram feitas acima e ainda abre possibilidade para outras iniciativas.

Jogo aberto entre a empresa e os colaboradores

A oportunidade de ter documentados os principais eventos de um colaborador permite que ocorra uma comunicação transparente entre a empresa e os funcionários, uma vez que as informações registradas no histórico possam ser compartilhadas com todos os interessados.

O colaborador passa a ter o conhecimento quando for reconhecido por boas atitudes e condutas e ainda tem o pleno direito de defesa quando algo for feito fora das políticas estabelecidas pela empresa. Dessa forma, o sistema de registro de ocorrência de funcionários torna-se um excelente instrumento de transparência a ser adotado na gestão das organizações.

Em iniciativas de feedback a ser dado aos funcionários, o histórico se torna uma poderosa ferramenta para apresentar pontos positivos e os que necessitam de aperfeiçoamento, permitindo um processo contínuo de melhoria.

Sabe aquela pergunta tão famosa feita a gerentes e diretores: “porque fulano foi promovido ou teve um aumento e eu não? ” Com os dados de desempenho em mãos é possível mostrar que não ocorrem favorecimentos ou decisões pessoais durante a aplicação de políticas salariais ou no plano de cargos e carreiras.

Com isso, dúvidas ou questionamentos são esclarecidos facilmente, com base em informações coletadas durante todo o período de avaliação do funcionário.

Utilize uma ferramenta confiável para ter sucesso nas políticas da empresa

É importante destacar que para o sucesso da implantação de um histórico de registro de ocorrência de funcionários e de políticas destinadas às avaliações de desempenho, o uso de instrumentos de gestão associados a processos bem definidos é essencial.

Para isso, a ferramenta de gestão de pessoas deve permitir customizações, auxiliando na inclusão de novos dados dos colaboradores, emissão de relatórios de performance, e ainda a possibilidade de realização de auditorias internas que reforcem a transparência adotada pela organização, característica tão necessária na relação entre empresas e colaboradores.

Defina as políticas, atualize sua ferramenta de gestão, faça a divulgação de todo o processo. Todos têm a ganhar, sendo ponto positivo para as empresas e para todos que fazem parte dela.

Como anda a política de avaliação de desempenho de sua empresa? Tem sido positiva na perspectiva dos funcionários e gestores? Pense nisso, compartilhe essa dica, e continue a nos acompanhando em nosso blog e nas redes sociais. Caso precise de ajuda estamos à disposição para implantar iniciativas tão importantes com essa.

Leia Mais

Governos e empresas já sabem tudo sobre você

CamerasUm engenheiro de Software que chamaremos de John ao visitar a Disney teve uma surpresa quando durante o passeio foi lhe oferecido para compra uma foto dele com sua namorada já com os dados de seu cartão de crédito prontinhos para serem usados. John não havia informado seu nome a ninguém no parque, nem que tinha namorada, e nem mesmo que queria aquela foto. Só haveria uma maneira de ter estas informações: Reconhecimento facial.
Esta história é apenas a ponta do iceberg para algo muito maior que está surgindo bem na nossa frente e que nem estamos nos dando conta. Estamos na eminência de um totalitarismo tecnológico, em que governos e empresas saberão quem somos, o que pensamos, fazemos, quanto ganhamos e até nossos segredos mais profundos. Parece apocalíptico? Teoria da conspiração? Na verdade é algo bem real, e que não vai acontecer, e sim já está acontecendo.
Citaremos aqui as tecnologias que já existem, ou que já estão sendo exploradas com o objetivo de saber tudo sobre você.

Trapwire

Algo que chocou o publico foi vazamento de informações ao site Wikileaks que revelaram ao publico a existência de um sistema chamado Trapwire, desenvolvido por uma empresa dirigida por figurões da CIA e do Pentágono, o sistema consiste em um moderno sistema de reconhecimento facial que funciona em câmeras de rua (Como aquelas nos postes do seu bairro). O sistema é interligado a uma central que monitora todas as câmeras instaladas. O objetivo deste sistema é monitorar os próprios cidadãos americanos, identificando quem é a pessoa que aparece no vídeo, e assim o governo tem completo controle de quem está fazendo o quê e quando. O sistema parece ter tido especial utilidade durando os distúrbios do movimento “Occupy”, onde várias câmeras “estranhas” foram instaladas próximas aos locais de conflito. Um sistema similar parece ser usado na China, onde pessoas evitam se agrupar em demasia, pois o sistema pode desconfiar de tal atitude e monitorar as pessoas suspeitas.

Biometria no Facebook

O Facebook vem investindo pesado em reconhecimento facial, e este ano comprou a companhia israelense face.com que provavelmente possui o mais eficiente sistema de reconhecimento facial do mundo. Provavelmente você já foi marcado em alguma foto no Facebook, mas o que você talvez não saiba é que quando alguém marca seu rosto em alguma foto o Facebook guarda seus dados biométricos em uma base de dados especifica. Não adianta desmarcar as imagens, pois os dados já foram guardados e ficarão com o senhor Zuckerberg para sempre. Atualmente a Alemanha está investigando esta atitude, e quer que o Facebook destrua esta base de dados. A precisão do reconhecimento facial do face.com chega à taxa de 0.91 de acordo com alguns estudos, isto já seria mais do que suficiente para alguém tirar uma foto sua na rua e achar você no Facebook com mais de 90% de acerto.

O Google sabe o que é

O Google acaba de ganhar a patente sobre uma tecnologia para reconhecimento de objetos em vídeos, sem necessidade de input humano. Se você fizer um vídeo no corcovado, ou dirigindo um fusca 78, o Google vai saber que objetos são estes. A mesma tecnologia poderá ser aplicada a fotos, e lembrando que o Google é o dono do Street View, vai ficar extremamente fácil de saber onde você estava quando tirou aquela foto pra lá de Bagdá (Mesmo não sendo em Bagdá).

Você está sendo grampeado

Algo que poucos sabem é sobre uma regra que é aplicada a telefonia no Brasil e em vários países. No caso especifico do Brasil, todas as companhias telefônicas devem manter por 30 anos a gravação de todas as conversas telefônicas efetuadas, ou seja: Tudo que você falou, fala ou falará ao telefone vai ficar gravado podendo ser consultado em caso de necessidade pela lei. Mas a coisa pode ir muito além como demonstrou Malte Spitz em uma palestra ao TED. Na Alemanha, por exemplo, as empresas têm de gravar e manter por seis meses tudo o que você faz com seu smartphone como envio de mensagens, voz, posição, dados, etc. Com estes dados é possível saber onde você está, onde costuma ir aos sábados, com quem fala frequentemente, onde dorme, e com quem dorme todos os dias.

Dados, dados, dados

Kevin Johnson, 29 anos, morador de Atlanta teve seu limite no cartão de crédito diminuído pela operadora American Express. Um dos motivos alegados para isto de acordo com a operadora é que clientes que compravam frequentemente em um mesmo estabelecimento que Johnson, possuíam um histórico ruim de pagamentos.
Uma tecnologia relativamente nova chamada “Big Data” vem atraindo a atenção das empresas. Hoje com o barateamento dos discos rígidos e processadores, guardar e analisar dados ficou extremamente barato. Antes as empresas tinham que decidir previamente que dados guardar em seus sistemas como valores de vendas, dados do cliente e uma gama restrita de dados, o que mudou radicalmente com os novos tempos onde os dados são guardados independentes da sua natureza no melhor estilo “guarde primeiro, pergunte depois”. Uma das estrelas desta nova onda é um software chamado Hadoop que foi inspirado no modelo usado pelo Google, e que é usado largamente por quase todas as empresas que possuem volumes gigantescos de dados como Oracle, Twitter, Facebook, Microsoft e tantas outras. Há alguns meses atrás fui dar uma olhada em uma destas soluções, e a empresa fornecia um ambiente para testes com nada maia nada menos do que todos os dados e páginas existentes na web possíveis de se coletar e indexar. Neste ambiente você poderia explorar padrões de dados, tendências, etc. É assim que um supermercado sabe que pessoas que compram um queijo da marca X tendem a comprar 30% a mais de um vinho Y por exemplo.
Em 2010 o site Okupid colocou em seu blog um artigo chamado “Coisas que pessoas brancas gostam de verdade”, onde o site descobriu que era possível determinar a etnia, cor da pele e idade de uma pessoa, apenas baseando-se nas palavras que esta usava ou deixava de usar. Tudo o que escrevemos e colocamos na internet pode desta forma ser avaliado e facilmente determinar nossa religião, preferências eleitorais, sexuais e o que mais for de interesse dos governos e empresas saberem.

Estas foram apenas algumas das tecnologias mais contundentes no que se refere a nossa privacidade. Existem diversas outras tecnologias que não citamos neste artigo que já ficou bem grande. O que é preocupante com este tipo de tecnologia, é qual o uso de tamanho controle que governos como o nosso poderiam fazer, e é triste concluir que se a Stasi tivesse este aparato por exemplo, talvez o muro de Berlim não tivesse jamais caido. Cuidado, eles já sabem de tudo.

Fontes:
radar.oreilly.com/2012/08/big-data-is-our-generations-civil-rights-issue-and-we-dont-know-it.html
www.guardian.co.uk/commentisfree/2012/aug/15/new-totalitarianism-surveillance-technology
olhardigital.uol.com.br/negocios/digital_news/noticias/o-que-e-o-trapwire,-o-programa-de-espionagem-divulgado-pelo-wikileaks
news.cnet.com/8301-1023_3-57502445-93/google-patents-video-tech-that-knows-what-its-looking-at/
http://www.buzzom.com/2012/08/german-official-asks-facebook-to-delete-biometric-profiles-of-its-users/
www.youtube.com/ watch?v=_jtAnlejBs4

Leia Mais

Sabesim atualiza sistema de aprovação de protocolos

Acabamos de atualizar um detalhe interessante no sistema de protocolos.
Imagine que uma das unidades de sua empresa precise enviar vários protocolos de simples conferência para um setor inteiro com dez pessoas. No entanto apenas uma destas dez pessoas irá fazer a conferência e aprovar ou não tal protocolo, e as outras constarão apenas a titulo de auditoria. Da forma atual os protocolos acabam se acumulando sem necessidade.
Agora ao adicionar ou alterar um MODELO DE PROTOCOLO, o administrador poderá definir se a resposta de apenas uma pessoa é o suficiente, como mostra a imagem abaixo.

Protocolos

Quando o usuário criar um novo protocolo nada vai mudar no processo, o que muda é que a resposta da primeira pessoa a aprovar ou reprovar este protocolo será valida para as demais. Estas poderão mesmo assim responder posteriormente.

Leia Mais

Sites religiosos mais perigosos que pornôs para infecções online

Segurança
Internautas correm mais risco de infectar seu computador ao visitar sites religiosos do que ao visitar sites pornográficos de acordo com um estudo.

Sites legítimos atacados por hackers que exploram falhas e fazem destes uma armadilha são a causa deste fenômeno afirma a empresa de segurança Symantec.

Sites religiosos ou com conteúdo ideológico tem o triplo de ameaças do que sites pornô de acordo com a Symantec. Sites pornôs, sequer estão entre os cinco mais ameaçadores, mas sim em décimo. Um dos possíveis motivos para isto é o fato destes sites renderem algum dinheiro aos seus proprietários, que para manterem seus lucros investem em mais segurança.

O relatório é baseado em informações coletadas no ano passado pela Symantec Global Intelligence Network, que monitora ataques cibernéticos em mais de 200 países através de seus serviços.

Artigo original em inglês: http://www.rawstory.com/rs/2012/05/01/religious-websites-riskier-than-porn-for-online-viruses-study/

Leia Mais

Atualizada maneira de exibir texto em certas partes do Sabesim

Atualizamos duas partes importantes no sistema no que se refere a maneira que determinado texto é apresentado em diversas partes do Sabesim. Tal mudança traz alguns recursos que antes não eram possiveis.

Protocolos

Ao ler um protocolo qualquer, logo acima do texto aparece a opção “exibir como texto plano”. Selecionando esta opção a formatação do texto muda, tornando possivel o envio de dados em forma de tabela.

Wiki e Colaborações

Ao editar ou criar um destes , você verá no editor uma nova ferramenta om o nome “PRE“. Esta tag permite com que o texto apresentado se mantenha no formato texto/plano.

Esta opção é muito importante, pois simplifica a inserção de tabelas em Wikis e outros documentos.
Abaixo temos um exemplo prático

Texto inserido:

O texto inserido acima, vai aparecer da seguinte forma:

ID      APP            AÇÃO
------------------------------------------
01   |  Wiki           Escrever normas
02   |  Kanban         Acompanhar tarefa 
03   |  Matérias       Comunicar obra
04   |  Mensagens      Informar caixas
05   |  Arquivos       Enviar planilha
------------------------------------------

Experimente copiar o conteudo em “texto inserido” e colar em um Wiki ou colaboração para ter idéia do resultado.

Leia Mais

Quando faremos o download de um carro, ou mesmo de um Fuzil AR-15?

imgImpressora RepRap
No inicio deste ano o famoso site “The Pirate Bay” adicionou uma nova categoria de downloads chamada “Physibles”, em que você poderá baixar modelos no formato CAD em 3D, para então posteriormente produzi-los em uma máquina apropriada, neste caso especifico uma impressora 3D.
As impressoras em 3D, são impressoras sem qualquer ligação com as conhecidas impressoras a laser, jato de tinta ou o que quer que seja. Elas não servem para imprimir figuras em um papel, mas sim para fabricar praticamente qualquer tipo de objeto físico a partir de materiais como plástico, aço, alumínio e outros. Imagine que você, por exemplo, precise de um prego para prender aquele quadro que ganhou de presente. Ao invés de ir até a loja mais próxima, você simplesmente faria o download do desenho em 3D e faria a “impressão” de forma rápida e fácil.
Você deve estar achando este papo um tanto exagerado, ou até mesmo delirante para os dias de hoje, mas ai vai algo mais impressionante ainda. Já existe uma impressora chamada RepRap que imprime materiais plásticos, e que em breve poderá imprimir placas de circuitos, e materiais em metal. O Preço atual deste equipamento é de US$ 537,00 e suas variações mais avançadas custam no máximo US$ 1’800,00. Se você der uma pesquisada no Google em inglês por “3D printer” vai encontrar dezenas de empresas que já vendem esta maravilha tecnológica.

Este novo modelo de produção de objetos trará uma mudança em nossa sociedade tão profunda quanto à própria revolução industrial, pois em tese uma impressora deste gênero poderá ser usada para produzir praticamente qualquer tipo de objeto, incluindo uma nova impressora 3D, peças para carro, ou uma arma de fogo como um Fuzil AR-15, tudo isso sem precisar sair do conforto do seu quarto.

As primeiras impressoras 3D surgiram em 2003, e de lá para cá estas se tornaram cada vez mais versáteis, poderosas e baratas. Futurólogos dizem que entre 10 e 20 anos poderemos produzir em casa a maioria das peças que precisam ser trocadas em nosso carro.

Tal facilidade trará imensos novos desafios, em vários aspectos de nossa sociedade, pois a grande maioria das indústrias poderá simplesmente desaparecer da face da terra por não serem mais necessárias. E como dito anteriormente, a facilidade para produzir coisas para o bem, também poderá facilitar o uso para o mal, pois se hoje bandidos já fabricam armas de fogo artesanais, que dirá quando esta tecnologia estiver acessível a todos.

Leia Mais

Síria foi removida completamente da Internet

Desde as 07h26min de Brasília, 12h26min em Damasco, a Síria foi completamente desplugada da internet. Praticamente todos os 84 blocos de IP da Síria estão inacessíveis deixando o país em um “apagão digital”.

Apesar do “apagão” alguns poucos sites que usam os blocos de IP sírios estão ainda no ar, mas a maioria destes não usa a infraestrutura Síria e estão localizados fora do país. A maioria destes sites esteve envolvida em uma distribuição de malware contra ativistas sírios em maio deste ano.
Não se sabe ainda com certeza o que causou a queda da internet Síria.

Leia Mais

Sabesim ganha sistema de notificações a lá redes sociais: Facebook, Google Plus

sistema de notificações de redes sociais Facebook, Google O Sabesim acaba de ganhar um novo componente de notificações, que já é tradicional em redes sociais abertas como FaceBook e Google+.Tal sistema tratará de avisar os usuários de eventos especificos como compartilhamentos de compromissos e arquivos, adição de ocorrencias e avisos importantes, em um modelo muito similar aos das famosas redes sociais.

Além disso a barra do topo foi remodelada para acolher este novo sistema.

O modo de fazer logout também mudou. Seguindo a mesma tendência das redes sociais, ao clicar no seu nome a direita aparecerá uma menu com a opçao de logout.

Leia Mais

Escritórios abertos diminuem a produtividade e prejudicam a saude, dizem estudos

escritorio
Escritórios do tipo aberto em que todos podem ver todos estão em moda a muito tempo por serem muito melhores para colaboração e comunicação.

No entanto dois estudos põem em duvida estas vantagens.
Um estudo mostrado no “A vida secreta das construções” demonstra que trabalhar em escritórios abertos é ruim para o cérebro. Segundo o estudo este tipo de escritório diminui em 32% o bem estar dos empregados e em 15% a produtividade.

O grande problema com este modelo é que as distrações com telefones tocando, pessoas caminhando e similares é muito grande, e o cérebro tem de reagir a estes estímulos deixando de lado a concentração no trabalho.

Um outro estudo australiano demonstra ainda que neste tipo de escritório, em 90% dos casos provou-se um aumento nos níveis de stress, pressão alta, e rotatividade de pessoal.

Image: sixninepixels / FreeDigitalPhotos.net

Leia Mais

Coisas malucas que acontecem nas empresas e nem percebemos

Hoje filosofando percebi como podemos ter coisas tão avançadas perto de nós para o que é fútil e sem retorno, e coisas tão arcaicas quando algo realmente pode ser util.

Ai vão alguns flashes:

Já percebeu que quando você quer saber algo sobre um produto, assunto ou o que for você vai ao Google e acha tudo? Já quando precisa saber de algo do seu trabalho na sua empresa, você tem que ir ao seu colega mais antigo e não acha nada!

Já percebeu que quando precisa de dados científicos apurados você vai à Wikipédia? Já quando precisa saber das normas da empresa você vai ao manual do funcionário que deve estar por alguma gaveta (Se existir).

Já percebeu que quando você quer se comunicar com seus amigos que foram para a Europa você usa o Orkut ou o Facebook? Já quando quer falar com o seu Gerente, chefe ou até colega usa o telefone ou se desloca até ele correndo o risco ainda deste estar ocupado e não poder lhe atender.

Já percebeu que quando você quer ficar antenado com as noticias do mundo, você vai ao UOL, Globo.com etc. e fica antenadissimo? Já quando quer saber das decisões da ultima reunião tem que implorar para um dos que estiveram lá pessoalmente.

Já percebeu que quando quer saber de uma fofoca bem rápida você recebe um SMS ou mesmo lê algo no Twitter e já está a par? Agora pra saber uma mínima informação do seu trabalho vai ao Mural de avisos.

Já percebeu que quando queremos conhecer uma pessoa melhor damos uma boa olhada no seu perfil online? Já quando queremos conhecer nosso colega de setor temos que fazer um monte de artimanhas e perguntas para os outros.

Já percebeu que seus contatos do MSN, Email, etc. Tem foto, são organizados por grupos e é bem fácil de buscar? Já a lista de colaboradores da sua empresa está em alguma planilha do Excel em alguma pasta do PC do RH.

Acho que algo bem errado acontece ai.

Leia Mais