Conheça 6 sinais que fazem um gerenciador de projetos ser um verdadeiro expert!

As atribuições de um profissional que cuida do gerenciamento de projetos em grandes empresas são várias e englobam uma série de conhecimentos e habilidades que tornam esta função algo de grande responsabilidade.

Desta forma, é comum que, em meio a tantos desafios e resultados a cumprir, surja certa preocupação nos gestores com relação ao adequado andamento do proposto, o que exige desde boas noções de administração de tempo e recursos como também de liderança e trabalho em equipe.

Em geral, existem características básicas que podem classificar um profissional não apenas como um bom gerenciador de projetos, mas também como um expert! E são sinais de que você realmente já atingiu um grau avançado de domínio desta árdua tarefa!

Que tal, então, conhecer 6 delas e identificar as que já o tornam ou, ainda, as que poderiam ajudar-lhe a se tornar um verdadeiro especialista no assunto?

1) Um expert sempre se preocupa com a boa definição do escopo de um projeto:

Começar bem já vale como “meio caminho andado”. E um especialista sabe disso: é preciso organização. Montar um bom escopo, que contenha os detalhes da atividade e que de antemão delimite todas as suas especificações, é de suma importância. Saber o ponto de partida e o de chegada que se espera é essencial para “desbravar o caminho” e para o “desenrolar” de todo o trabalho.

2) Além disto, sabe delegar tarefas e escalar bem sua equipe:

Após uma definição bem elaborada de escopo, que servirá como “guia”, é indispensável saber escolher bem seu time de apoio e delegar tarefas de acordo com os potenciais mais elevados de cada um! Engajar a equipe, saber motivá-la e mantê-la unida durante todo o projeto é o desafio de um bom líder, capaz de despertar o “espírito colaborativo” de seus funcionários ao invés de simplesmente tentar “comandá-los” impondo somente ordens. E tudo isso porque os recursos humanos de uma empresa são, de fato, o que ela tem de mais valioso!

3) Compartilha a decisão do cronograma com todos os envolvidos:

O controle de prazos e metas pode ser mais um fator de grande estresse para qualquer gestor. Mas comunicação não pode faltar, e essa é mais uma “regra de ouro”. O cronograma, presente desde o começo do projeto, poderá até sofrer eventuais mudanças no decorrer de sua execução, mas é preciso sempre compartilhar isto com os todos os envolvidos, sabendo negociar diferentes interesses e buscar acordos quando necessários.

4) Monitora, controla os riscos e busca ser proativo:

Um especialista em gerenciamento de projetos deve sempre monitorar possíveis problemas e se antecipar a eles. O controle dos riscos envolve pensar em soluções antes que elas precisem ser usadas para que, em um “momento de crise”, seja possível intervir a tempo de não comprometer todo o resultado. A proatividade, neste caso, é sinônimo de inteligência ao prevenir fatores que podem agravar ainda mais a situação caso algo não saia como o esperado.

5) Utiliza o conceito de Kanban:

Sim, colocar em prática este método pode fazer uma grande diferença na realidade de seu dia-a-dia como profissional! Utilizar um sistema visível (como cores específicas para cada situação do projeto) com certeza ajuda a gerenciar tarefas, dividir processos e sinalizar com mais clareza o que ainda falta ser feito! É, definitivamente, uma forma de “não se perder” e uma ferramenta simples e eficaz para a produtividade de qualquer empresa e equipe e não somente para “chãos de fábrica” (de onde a ideia foi tirada).

6) Faz uso de uma solução colaborativa:

Um expert já descobriu que, hoje em dia, não é preciso mais fazer “tudo sozinho”. A tecnologia trouxe soluções para otimizar o seu tempo (que geralmente tem que ser dividido entre inúmeras outras tarefas) e também facilitar seu trabalho. E elas não se limitam a apenas usar planilhas de controle, por exemplo, que demandam certo esforço e tempo para serem criadas. Um software verdadeiramente colaborativo que lhe ajude a se comunicar com seus subordinados, a definir regras, cobrar faltas e entregas, delegar funções e acompanhar resultados em tempo real, com certeza pode ser um dos maiores aliados de um expert em gerenciar projetos! E você, já pensou nisso?

O que você achou do post? Comente abaixo!

Deixe uma resposta